O poder dos Mantras

Você sabia que a prática de mantras, ou seja, cantar mantras, pode realizar curas profundas?

A palavra Mantra em sânscrito, idioma antigo da Índia, é composta pela sílabas MAN, que quer dizer mente, e TRA, que quer dizer entrega, e  significa “aquilo que, enquanto objeto de meditação, traz a libertação”.

 

Os mantras são considerados textos sagrados e foram escritos há milhares de anos atrás por mestres e gurus da Índia. Existem uma imensidão de mantras  e eles podem influenciar positivamente e/ou nos potencializar em diferentes áreas, como: relacionamentos, saúde, dinheiro, prosperidade, etc. 

Mantra é um hino do hinduísmo e budismo, que é dito de forma repetida e tem como objetivo relaxar e induzir uma alteração do estado de consciência de quem canta ou escuta,  que pode levar a curas profundas. Um mantra é definido como um instrumento de pensamento.

O bem estar após uma vivència de mantras, chega a ser inexplicável. A gente se sente muito bem!

 

Alguns mantras comuns:

Om:  O Om é o som do universo e a semente que “fecunda” os outros mantras.É o mantra mais importante do hinduísmo e outras religiões. Diz-se que ele contém o conhecimento dos Vedas e é considerado o corpo sonoro do Absoluto.  A repetição desta sílaba é provavelmente o mantra mais conhecido, que serve para causar um estado de tranquilidade e paz interior.

 

Lokah samastah sukhino bhavantu: Que possa TODO universo ser preenchido de PAZ, ALEGRIA, AMOR E LUZ. Possa a Luz da VERDADE dissolver toda a escuridão. Vitória à luz! 

Shanti:  significa “paz”, tanto no budismo como no hinduísmo. Ele pode ser considerado apenas uma saudação, mas se repetido diversas vezes induz à um estado de relaxamento profundo, calma interior e bem estar. É indicado também para elevar a consciência durante a prática da meditação.
No hinduísmo todos os ensinamentos terminam com Om shanti, shanti, shanti para evocar a paz.

 

Namaste: A origem da expressão Namaste está no verbo nam que significa submeter-se, curvar-se. Já namah é o substantivo de nam e significa saudação, reverência, obediência ou simplesmente “o movimento do corpo daquele que se curva adiante”.Namaste é formado igualmente por namah e te que é a forma abreviada de tubhyam que significa tu ou você. Quando usamos “te” como objeto indireto numa frase traduz-se, “para você”. Consequentemente Namaste, significa simplesmente “saudação a você”.Apesar de significar simplesmente “saudação a você“, aqui no ocidente esta palavra adquiriu uma “forma poética” que é usada para explicar o seu significado onde se diz que “a essência que habita em mim, saúda a sua“. Essência aqui pode ser chamado de vários nomes como Purusha, Shiva, Eu maior, Atma, Alma, enfim, como você se identifica mais.Apesar do seu significado ser mais simples, isso não impede que você cumprimente a pessoa com um Namaste carregado com a intenção de reconhecer o SER que existe no outro.

Om Namah ShivayaÉ um mantra que acalma as agitações da mente e sua repetição mental ou oral nos eleva dos níveis inferiores de consciência para níveis mais elevados. Sua repetição equilibra os chakras e traz proteção espiritual.
 
Om Mani Padme HumEste é o célebre mantra que costuma ser traduzido como: “A jóia da consciência está no coração do lótus” ou “da lama nasce a flor de lótus”. É o mais entoado pelos budistas tibetanos, a disciplina espiritual que faz uso deste célebre mantra é empreendida para promover a ideia do desenvolvimento espiritual associado ao ato de servir à vida. Cada sílaba purifica por completo as emoções negativas que são a manifestação do sofrimento: orgulho, inveja, desejo, ignorância, ganância e ódio.

Gayatri: é considerado um dos mais antigos mantras védicos. Segundo a tradição hindu, Brahman (o Criador) recebeu esse mantra da Suprema Divindade e, ao meditar sobre o seu significado, obteve o poder de criar o Universo. Seus versos são:

Om
Bhur bhuvah swah
Tat savitur varenyam
Bhargo devasya dhimahi
Dhiyo yo nah prachodayat.

 

Tradução:

‘Om
Oh! Divina mãe, afaste de nós a ignorância e ilumine o nosso Ser!
Dê-nos uma mente serena, para que a sua imagem possa sempre nela refletir-se!

Fonte: http://despertarcoletivo.com/a-importancia-dos-mantras/

 

Por Ludmila Fonseca Bigonha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *